Finanças

Selecionando Ações Para Investir [3 Dicas Importantes]

O objetivo de todo o investidor em ações é (ou pelo menos deveria ser) selecionar as melhores ações para investir. E é...

Escrito por Rafael Estima · 3 minutos de leitura >
Selecionando Ações Para Investir [3 Dicas Importantes]

O objetivo de todo o investidor em ações é (ou pelo menos deveria ser) selecionar as melhores ações para investir. E é sobre este assunto que vou falar neste artigo.

Ações de boas empresas fazem com que o patrimônio do acionista cresça de forma sólida ao longo do tempo. Não importam as flutuações de curto prazo, a consistência e o crescimento de longo prazo trazem ganhos significativos.

Porém, nem todas as ações da bolsa de valores tem a capacidade de trazer este retorno. Para falar a verdade, a maioria não tem.

E é por isso que um dos maiores conhecimentos que o investidor de longo prazo pode ter é o de saber selecionar as empresas certas. Uma vez identificadas as boas empresas, é comprar  suas ações e permanecer com elas enquanto essas empresas forem boas.

Contudo, selecionar empresas para investir exige um certo conhecimento. E neste artigo vou compartilhar com você 3 dicas importantes para selecionar boas empresas no mercado de ações.

Portanto, continue lendo até o final, que vamos falar sobre:

  • empresas que vendem um produto exclusivo ou prestam um serviço exclusivo;
  • baixo endividamento;
  • boa margem de lucro.

Empresas que Vendem ou Prestam Serviço Exclusivo

As empresas que estão nesta situação costumam ter uma boa vantagem competitiva em relação a seus concorrentes. Isso acontece por que elas têm mais liberdade de precificar seus serviços ou produtos.

Neste grupo de empresas podemos pensar na Coca-Cola. Quem é a única empresa no mundo que fabrica e vende a Coca-Cola?

É a própria Coca-Cola.

Empresas nesse patamar costumam gerar um bom caixa excedente. E isso faz com que este dinheiro possa ser usado na ampliação do negócio ou na distribuição de lucros.

Se ela ampliar o negócio as ações tendem a se valorizar. Se ela distribuir o lucro é dinheiro na conta do acionista.

Portanto empresas que vendem ou prestam um serviço exclusivo costumam ser boas opções de investimento.

Baixo Endividamento

Uma empresa endividada é como um condenado com a corda no pescoço. Está a um passo da falência.

E para saber o que uma empresa deve e se tem condições de pagar é preciso analisar o seu balanço patrimonial. Lá está todo o ativo da empresa (tudo o que ela tem) e o passivo dela (tudo o que ela deve).

A diferença entre um e outro é o patrimônio líquido. Sendo assim, se uma empresa tem patrimônio líquido negativo ela está com mais dívidas do que o que ela possui.

Existe um indicador para analisar isso que é chamado de coeficiente de endividamento. Ele nos diz o percentual que uma empresa tem de passivos em relação a seus ativos.

E a regra aqui é que para empresas com um coeficiente de endividamento maior do que 0,8 devemos acender o sinal vermelho. Empresas financeiramente saudáveis costumam ter coeficiente de endividamento menor que 0,8.

Boa Margem de Lucro Líquido

Quando uma empresa recebe a receita, esta receita deve superar os custos para que ela tenha lucro. Isso fica disponível na Demonstração do Resultado do Exercício (DRE).

É lá na DRE que ficam contabilizadas as receitas, despesas e custo de um período analisado. Quando todos os custos são extraídos da receita então temos o lucro líquido.

O percentual do lucro líquido em relação a receita se chama margem líquida. E a margem líquida nos diz muito sobre o desempenho da empresa em relação as suas concorrentes.

No geral a margem líquida varia muito de setor para setor. Com isso, empresas que estão entre as maiores margens daquele setor costumam ser uma boa opção de investimento.

Sendo assim, ao analisar empresas de um setor, verifique se ela possui as maiores margens. Se sim, é um bom indicativo de que suas ações sejam um bom investimento.

Finalizando

O sucesso a longo prazo no investimento em ações está diretamente relacionado com o desempenho das empresas. Se a empresa vai bem a ação vai bem.

E para identificar boas empresas vimos aqui 3 importantes fatores.

Quando uma empresa presta um serviço exclusivo ou vende um produto exclusivo, ela costuma ter uma vantagem competitiva. Com isso ela pode praticar preços mais elevados que a concorrência e mesmo assim vender mais.

É o caso da Coca-Cola. Quantos refrigerantes são mais baratos que a Coca-Cola e vendem bem menos? Muitos não é mesmo.

Outro fator importante é verificar o coeficiente de endividamento da empresa. Isso é analisado pelo balanço patrimonial.

Se o passivo de uma empresa representa menos de 80% do seu ativo então podemos considerar a situação tranquila.

Para finalizar, empresas com as maiores margens líquidas do seu setor costumam ser uma boa opção de investimento. A margem líquida é calculada dividindo o lucro líquido pela receita total.

Estas informações são encontradas na DRE das empresas. Saber analisar empresas é importante para ter ganhos consistentes com ações ao longo do tempo. Procure saber mais sobre isso.

Escrito por Rafael Estima
Olá, sou Rafael Estima, criador do site Investir para Enriquecer, nasci em 1983 e sou formado em Economia e Desenvolvimento de Sistemas e fui Agente Autônomo de Investimentos em 2008. Atualmente trabalho como analista de sistemas. Profile
Importância do Coaching nas Finanças Pessoais

Importância do Coaching nas Finanças Pessoais

redacao dentro Finanças
  ·   1 minutos de leitura
Aplicar em imóveis te traz muitos benefícios

Aplicar em imóveis te traz muitos benefícios

redacao dentro Finanças
  ·   2 minutos de leitura
Como criar um orçamento familiar

Como criar um orçamento familiar

redacao dentro Finanças
  ·   2 minutos de leitura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login